terça-feira, 31 de maio de 2011

Pão Artesanal - fermentação natural e luto

Sempre gostei de fazer pão. O meu primeiro pão foi uma trança doce recheada com goiabada. Minha mãe adorava e assim, não reclamava da bagunça que eu fazia na cozinha. Lembro que a técnica de esperar a massa crescer era colocar uma bolinha crua num copo d'água e esperar flutuar. Nesse momento podíamos levar ao forno. Eu, como sempre fui ansiosa, ficava futucando a bolinha pra ela subir logo. No final das contas, abandonava tal técnica e via no olho se a massa tinha crescido.
Esses dias fiz um workshop de pães artesanais com fermentação natural que estava querendo há muito tempo. Foi muito legal. Ganhei o que chamam de "pézinho", que nada mais é que um pouquinho de fermento natural. A partir dele podemos fazer um montão de fermento, basta alimentá-lo. No entanto, não sei explicar o que houve. Meu fermento morreu e por isso estou de luto. A verdade é que ter um fermento natural é bem trabalhoso. É como ser mãe pela primeira vez e eu como já tenho dois filhos, um marido e uma cachorra pra alimentar. Esqueci do fermento.
Enfim, fiz esses pães sem o fermento natural e ficaram ótimos. Claro que não tem aquele sabor azedinho do fermento natural, mas fizeram bem o seu papel.

Pão de Tomate Confit e Escarola

1kg de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento biológico seco
1 colher de sobremesa de açúcar
1 colher de sobremesa de sal
de 600 a 700ml de água fria

6 tomates sem sementes assados no forno com azeite e sal
6 dentes de alhos escaldados
folhas de manjericão

1 pé de escarola refogado no azeite e alho

Misture a farinha com o fermento. Adicione o açúcar e o sal. Junte a água aos poucos e sove bem por uns 20 minutos. Deixe descansar coberto até que dobre de volume.
Retire todo o ar da massa e divida conforme quiser.
Recheie uma parte com os tomates assados, o alho e o manjericão. Borrife água e deixe crescer até dobrar o volume, nada menos, tem que dobrar.
Com outra parte, recheie com a escarola refogada e proceda da mesma forma.
Depois que crescer, borrife água e salpique sal grosso. Leve ao forno aquecido no máximo com uma assadeira cheia de água no fundo do forno. Asse 10 minutos com o forno no máximo e depois reduza. Deixe assar até que doure a superfície.
Com a sobra da massa faça pão francês ou recheie do que quiser.




Bom apetite!

7 comentários:

Elaine disse...

Deve ser bom demais... Fiquei com água na boca!

Toni disse...

Michele,

Sou vegetariano, moro em Aracaju-SE e encontrei seu blog por acaso ao buscar algumas receitas pra variar minha alimentação diária!

Adorei suas receitas! Vou acessar co frequência :)

Parabéns e muita paz!

Toni

Michelle disse...

Hummmm! Deve ter ficado ótimo!
Eu sou fanática por pães, mas só na hora de comer...rs
Bjo

Michele Maia disse...

Elaine e Michelle, façam. Um pão feito por nós é mais gostoso ainda.

Toni, obrigada. Fique à vontade, a casa é sua.
Bjs

Danielle Vargas disse...

Michele,quem já provou da sua comida sabe que você faz coisas maravilhosas!! Adoro pães, em algum momento vou tentar fazer esse.

Mas vim aqui deixar uma sugestão: Deixe algumas receitinhas de festa junina/ julina pra gente, estou querendo fazer uma aqui em casa e, é claro, vegetariana!!!!beijinhos!

Michele Maia disse...

Boa ideia Dani! Adoro festa junina!
Bjs

paula MARIANA disse...

Adorei o seu blog Michele e virei muitas vezes pois preciso mesmo de inspiração já que tenho um filho vegan e que gosto de mimar com deliciosas receitas, aqui já vi muuuuitas, obrigado por tudo o que partilha,

beijos da Mariana de Portugal!